Notícias

28 de junho de 2019

Fátima Bezerra trata situação dos servidores com descaso




Sindsaúde RN convoca servidores da saúde para ato no dia 3 de julho

Em reunião com o Fórum Estadual de Servidores, a governadora Fátima Bezerra (PT) descartou a possibilidade de dar reajuste igualitário para todos os servidores do Rio Grande do Norte e manteve a medida descriminatória encaminhada para a Assembleia Legislativa que prevê reajuste de 16,38% somente aos procuradores, auditores fiscais e delegados de polícia. Sendo assim, tratando com descaso a situação de atraso salarial e de quase 10 anos sem reajuste ao qual os servidores da saúde estão submetidos.

Além desse ataque, o Governo do RN também decidiu:

Cancelar o Leilão dos Royalties, medida que ajudaria no pagamento dos salários atrasados, em razão da queda na arrecadação.

Diminuir o teto de pagamento para 3 mil. Ou seja, até o meio do mês receberia quem ganha até 3 mil e quem recebe acima desse valor seria pago ao final do mês.

Dessa maneira, o calendário de pagamento até setembro ficaria assim:

Julho: Dia 15 recebem os servidores que ganham até R$ 3 mil bruto e 30% da parcela salarial de quem recebe acima desse teto. O restante seria pago no dia 31 de julho, junto ao salário dos demais servidores.

Agosto: Dia 15 quem ganha até R$ 3 mil. Os demais servidores irão receber no dia 30.

Setembro: Dia 16 recebe quem ganha até R$ 3 mil e os demais, que ganham acima desse teto, receberão no dia 30.

O Fórum não aceitou essa diminuição do teto e uma nova reunião entre os representantes sindicais foi marcada para o dia 2 de julho.

Em acordo com o Banco do Brasil, o Governo também anunciou que estará disponível aos servidores a realização de um emprestimo consignado. O servidores poderão fazer o emprestimo com juros de 1,7% e com carência de seis meses no Banco do Brasil. Situação que não resolveria, em nada, o problema de endividamento dos servidores.

Ao final da reunião, o Sindsaúde RN protocolou um pedido de reunião com a governadora para discutir  e cobrar de forma específica melhorias para a situação da saúde no Estado.

Diante de tantos ataques aos servidores, o Sindsaúde RN reforça a convocação aos servidores para participarem da PARALISAÇÃO que está marcada para o dia 3 de julho. A atividade terá ato público, às 9h, na frente da Governadoria. Se a negociação não avança, é hora de ir a luta! Governadora, respeite os servidores do RN! Pague os nossos atrasados! 

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 7301

  •