Notícias

06 de maio de 2019

Funcionários do Hospital Santa Catarina denunciam superlotação e falta de medicamentos




Sindsaúde RN cobra à Sesap condições de trabalho aos servidores da saúde
Mais de 20 pacientes estão sendo atendidos nos corredores do Hospital Santa Catarina, no bairro Potengi, na zona Norte de Natal. Segundo os profissionais da unidade, além da superlotação, faltam medicamentos e insumos básicos.
 
As denúncias recebidas pelo Sindicato dos Servidores da Saúde (Sindsaúde RN), tratam sobre a falta de condições adequadas para o atendimento à população. A unidade está sem materiais como lençóis, ataduras, soro fisiológico e seringas.
 
De acordo com a direção do hospital, a carência dos insumos se dá pelo não pagamento aos fornecedores por parte da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) e a situação tem sido agravada pela superlotação no pronto atendimento.
 
"É importante ressaltar que esses são problemas recorrentes no hospital e que aqui não faltam somente medicamentos e insumos, falta estrutura básica de atendimento. A insalubridade é enorme! Tratamos de doenças infecto contagiosas e as paredes do prédio estão todas mofadas", alerta a diretora do Sindsaúde e técnica de enfermagem da unidade, Maria do Carmo.
 
O Sindsaúde RN cobra à Sesap condições de trabalho aos servidores da saúde e a regularização do fornecimento de medicamentos e insumos para o atendimento à população.
 
Materiais em falta:
Lençóis
Ataduras
Seringa 1ml
Seringa 10 ml
Soro fisiológico
Soro glicosado
Ringer simples
Albumina 20%
Cefazolina
Cefalotina
Ceftriaxona
Cefepicina
Ciprofloxacina
Ocitocina
Omeprazol
Varfarina
Metildopa
Hidralazina

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 6608

  •