Notícias

01 de abril de 2019

Sindsaúde entra com ação coletiva cobrando que Estado faça novas convocações do último concurso público da saúde




Ação cobra substituição imediata dos contratos temporários, do preenchimento das vacâncias por falecimento e aposentadoria e da superação dos déficit de funcionários 

O Sindsaúde entrou com uma ação coletiva no início do mês de março de 2019, solicitando que o Poder Judiciário condene o Estado do Rio Grande do Norte a realizar novas convocações referentes ao último concurso da saúde realizado no ano passado, no sentido da substituição imediata dos contratos temporários, do preenchimento das vacâncias por falecimento e aposentadoria e da superação dos déficit de funcionários nos mais variados cargos apontando dimensionamento da própria SESAP.

O concurso foi homologado no Diário Oficial do Estado em 4 de julho de 2018. Depois da homologação já foram realizadas quatro convocações nos diários oficiais, porém o número de concursados convocados é insuficiente para contemplar as necessidades para prestação de serviço na saúde pública com uma melhor qualidade.

O déficit no número de funcionários da saúde é um problema de conhecimento público, que ocorre há anos. Em 2014, o Tribunal de Contas do Estado divulgou um relatório da auditoria sobre a situação dos hospitais do RN, com um déficit de quase 2 mil profissionais. Já se passaram cinco anos e o déficit só aumenta, a quantidade de vacâncias decorrentes de aposentadoria, hoje soma um total de 2564 vagas, nos mais variados cargos.

A falta de profissionais nas unidades de saúde está relacionada com um dos principais motivos de sobrecarga de trabalho nos hospitais, causando o adoecimento dos servidores, e afetando principalmente o atendimento a população.

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 3583

  •