Notícias

28 de janeiro de 2019

Descaso com o Serviço Público em todo o Brasil: Bombeiros de Minas Gerais trabalham com atraso e parcelamento de salários




O Sindsaúde-RN se solidariza com as vítimas de Brumadinho e à população que passa por esse drama

As buscas pelas vitimas e sobreviventes da tragédia de Brumadinho (MG), já entra para o 4° dia seguido nesta segunda-feira, (28), e até o momento 60 mortes foram confirmadas, e 292 pessoas ainda estão desaparecidas.

O trabalho dos Bombeiros Militares de Minas Gerais vem se destacando nos noticiários nacionais, com a busca árdua e incessante atrás das vítimas desaparecidas. O que poucos sabem, é que esses profissionais estão desempenhado suas funções e colocando suas vidas em risco, a troco de salários parcelados e do 13° salário de 2018 atrasado.

A situação dos servidores de Minas Gerais se assemelha muito ao caso dos servidores do Rio Grande do Norte, que também sofre com o atraso e o parcelamento dos salários. Esse descaso com o serviço público afeta diretamente na vida dessas pessoas que se expõem diariamente no desempenho das suas funções.

 Já pensou se os Bombeiros não conseguissem ter dinheiro para se locomover até a Corporação? Pode parecer exagero, mas essa é a realidade dos servidores da saúde do RN, por exemplo, que não têm dinheiro se quer para pagar o transporte até o trabalho.  Os servidores vivenciam o drama dos atrasos de salários desde janeiro de 2016.

A situação dos servidores está lamentável em todo o Brasil, e é em nome da Luta por respeito ao serviço público que a Saúde do Rio Grande do Norte é a primeira categoria a iniciar uma em greve em 2019, a partir do dia 5 de fevereiro.

Destacamos que nós do Sindsaúde-RN,  nos solidarizamos às vítimas de Brumadinho e à população que passa por esse drama. Também nos solidarizamos com os Bombeiros de Minas que estão passando as mesmas dificuldades com os salários atrasados, mas estão fazendo seu trabalho. Salvando vidas. É importante reconhecer que o rompimento da barragem de Brumadinho/MG não foi um acidente, foi um crime anunciado. Mais uma ação criminosa da empresa Vale.

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 7557

  •