Notícias

21 de maro de 2018

Servidores da saúde de Natal se reúnem em assembleia nesta terça (20)




Servidores aprovaram dias 5 e 6 de abril como dias municipais de paralisação

Servidores e servidoras da saúde do município de Natal e municipalizados se reuniram em assembleia na manhã desta terça-feira (20), no auditório do Sindsaúde-RN, para discutir os desdobramentos da audiência pública com representantes da Secretaria Municipal de Administração (Semad) e Controladoria Geral do Município (CGM), que ocorreu na Câmara Municipal, no último dia 15.

A pressão dos trabalhadores(as) da saúde junto ao executivo municipal resultou em mais uma vitória para a categoria: a implantação das 30h semanais para os profissionais da enfermagem, que depende agora apenas de publicação no Diário Oficial do Município.

A luta, no entanto, continua para a necessidade de cumprimento da data-base, implantação das três mudanças de nível vencidas, incrementação de adicionais noturno, de insalubridade, quinquênio e gratificações, além de condições adequadas de trabalho.

A assembleia também foi marcada por fortes e emocionantes discursos sobre a prática de assédio moral nas unidades de saúde da capital potiguar. A categoria prestou homenagens à Ailton Maciel, servidor da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), que faleceu no último dia 12, vítima de preconceito, opressão e assédio moral no trabalho.

Um ato público foi marcado para quinta-feira (22), à partir das 8h, na unidade de saúde de Parque dos Coqueiros para dizer NÃO à essa prática, cada vez mais comum no ambiente de trabalho. Uma paralisação geral do município foi aprovada para os dias 5 e 6 de abril. Não podemos mais aceitar! Assédio moral é crime!

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 5694

  •