Notícias

22 de janeiro de 2018

Fórum dos servidores convoca trabalhadores e aposentados para ato unificado nesta quarta-feira (24)




Artistas potiguares farão virada cultural nesta terça (23) em solidarieda à luta do servidores públicos do RN

O Fórum dos Servidores do Estado do RN estão convocando os servidores do funcionalismo público do Estado para mais um ato unificado nesta quarta-feira (24), às 07h, em frente à Assembleia Legislativa do RN, para impedir que os deputados votem a favor do pacote de ajuste fiscal do governo Robinson Faria (PSD).

O Fórum dos servidores também fará uma vigília em frente à Assembleia na terça-feira (23). A vigília será acompanhada com uma virada cultural com artistas potiguares que farão apresentações em solidariedade à luta dos servidores. A programação está marcada para iniciar às 19h. Vai ter música, poesia e muita arte.

Os deputados e deputaram retornarão a votação dos projetos do ajuste fiscal do governador, enviado à Assembleia Legislativa em regime de urgência. A votação inicia nesta terça-feira (23), com o projeto da venda dos créditos inadimplidos. Os projetos mais polêmicos, como o aumento da alíquota da Previdência, limite de gastos com os serviços públicos por vinte anos, entre outros que retiram direitos históricos dos servidores, estão para serem votados na quarta (24) e quinta-feira (25).

Na semana passada, cerca de 14 deputados (as) aprovaram o projeto que autoriza o governo a sacar os recursos restantes do Fundo Financeiro Estadual (Funfir), que é administrado pelo Ipern. O dinheiro que resta ao Funfir está em aplicações financeiras a longo prazo e devem somar valores entre R$ 300 a R$ 400 milhões. A reposição desse dinheiro será feita até 2040, de acordo com o texto aprovado.

Confira os deputados que votaram contra os servidores públicos do RN:

Galego Torquato (PSD), Dison Lisboa (PSD), Souza (PHS), Vivaldo Costa (PROS), Gustavo Carvalho (PSDB), Cristiane Dantas (PCdoB), Albert Dickson (Pros), Jacó Jacome (PSD), José Adécio (DEM), José Dias (PSDB), Raimundo Fernandes (PSDB), Ricardo Motta (PSB), Ezequiel Ferreira (PSDB) e Tomba Farias (PSB). 

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 9142

  •