Notícias

17 de novembro de 2017

Servidores da saúde do Rio Grande do Norte em greve acampam em frente à Governadoria por direitos




Categoria cobra uma negociação com o governo e o pagamento dos salários em dia

Os servidores da saúde do Rio Grande do Norte estão em greve desde segunda-feira (13). A categoria cobra o pagamento de salários atrasados, a retirada do pacote de maldades do governador Robinson Faria (PMDB) e estão em luta em defesa de uma saúde de qualidade.

 

No primeiro dia de greve, a categoria realizou um ato em frente à Governadoria com os professores da UERN, que também estão em greve e os trabalhadores do ITEP, do SindItep. O ato foi reprimido por segurança e policiais o que causou a indignação e revolta desses trabalhadores.

Por isso, decidiram radicalizar suas ações e montar um acampamento em frente ao órgão até que suas reivindicações fossem atendidas.

A dirigente do Sindsaúde-RN, Rosália Fernandes, também integrante da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas faz um chamado aos servidores da saúde a se somarem ao acampamento.

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 5008

  •