Notícias

10 de outubro de 2017

24 de outubro: Dia Estadual de Luta e Paralisação contra o atraso dos salários




Ato unificado contará com diversas categorias do estado do RN

Desde janeiro de 2016, o governador Robinson Faria (PSD) não paga em dia o salário dos servidores do estado. Sob a alegação de “falta de recursos”, o governo apresenta números confusos, que a arrecadação de tributos e os repasses federais diminuíram, a crise econômica afeta os cofres públicos, culpa os aposentados, enfim, usa todo o tipo de argumento para justificar o atraso no pagamento.

Para piorar, agora o governo está pagando os servidores com quase dois meses de atraso. Iniciamos outubro com o pagamento de agosto sem ser concluído. O mês de setembro até o momento não foi pago. Nesta terça (10), o governo anunciou que pagará os servidores que recebem até R$ 2 mil reais nesta quarta (11). Mas e o restante? Vão passar o feriado sem dinheiro. Infelizmente.

Além de ferir a Constituição Estadual, que prevê que o salário deve ser pago até o último dia útil do mês, o governador joga a conta da crise nas costas dos servidores. A maioria não dispõe de outra fonte de renda a não ser essa. Com isso, os servidores acabam atrasando suas contas de água, luz, aluguel, telefone, ficando totalmente endividados e piorando as condições de vida.

O pagamento do salário em dia trata-se de um direito fundamental do trabalhador. O atraso de salários configura-se uma total indiferença e desprezo pelos funcionários públicos que dedicam boa parte de sua vida ao atendimento à população.
Robinson repete a cartilha de vários governos do País. No Rio de Janeiro, por exemplo, Luiz Fernando Pezão chega a atrasar mais de três meses o salário.

Por isso, o Fórum dos Servidores Estaduais do RN está convocando todos os servidores para participar do Dia Estadual contra o atraso de salários, no dia 24 de outubro, em frente à Governadoria, às 10h.

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 8184

  •