Notícias

28 de setembro de 2017

Sindsaúde participa de ato em defesa do Serviço Social do INSS




Serviço deixará de ser oferecido

A manhã desta quinta-feira (25) foi marcada por um protesto na sede do INSS em Natal, contra a retirada do Serviço Social do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), medida proposta pelo Governo Federal para cortar gastos e dificultar o acesso da população às políticas previdenciárias. O ato durou até o meio-dia também criticou a reforma da Previdência, a privatização do serviço público e a retirada de direitos trabalhistas.

O ato unificado foi convocado pelo Sindicato dos Trabalhadores Federais em Previdência, Saúde e Trabalho (Sindprevs-RN) e teve o apoio do Sindsaúde-RN, Conselho Regional de Serviço Social (CRESS-RN), servidores do INSS e centrais sindicais.

“A proposta de retirada do Serviço Social vem na linha do projeto de privatização do INSS. O serviço social tem o papel de esclarecer a legislação previdenciária, que é muito complicada. Sem esse atendimento, o trabalhador terá mais dificuldades em entender o caminho que pode percorrer para conseguir seus direitos” explicou Rafaela Alencar, da Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps).

A direção do Sindsaúde-RN foi representada por Célia Dantas. “Há um projeto de desmonte do serviço público. É uma sucessão de ataques contra os trabalhadores. O governo quer aprovar a reforma da Previdência até novembro. Precisamos enfrentar os ataques dos governos e lutar pelo Fora Temer e todos os corruptos” afirmou a diretora do Sindsaúde-RN.

 

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 2081

  •